Bem-Vindos à AdCL
808 
     23 23 30

Estudo do IPL destaca papel da ETAR das Olhalvas na melhoria da qualidade do rio Lis

2021-07-29

A ETAR de Olhalvas teve, tem e terá um papel efetivo na melhoria da qualidade dos recursos hídricos e regeneração ambiental do Rio Lis, diz estudo.

O Instituto Politécnico de Leiria (IPL) entregou as conclusões do estudo de avaliação da requalificação tecnológica da ETAR das Olhalvas à Águas do Centro Litoral (AdCL), onde se destaca e reforça a importância desta infraestrutura na preservação do rio Lis.

Este protocolo surgiu da parceria entre o IPL, a AdCL e a Câmara Municipal de Leiria e pretendeu recorrer à capacidade técnico-científica instalada no Politécnico de Leiria para a prestação de Assessoria Técnica e Investigação Científica na definição das melhores metodologias e estratégias visando a requalificação/ modernização da estação de tratamento de águas residuais (ETAR) das Olhalvas, a mitigação do impacto que esta infraestrutura ainda tem no contexto em que se insere e as possibilidades de reutilização de parte da água tratada desta unidade, numa perspetiva de uso racional da água.

O estudo tinha quatro objetivos:

  1. Investigar, identificar e definir as melhores opções para a requalificação/ modernização da ETAR das Olhalvas para a adaptar aos atuais condicionalismos regulamentares;
  2. Investigar e propor medidas de redução do impacto que esta infraestrutura tem no contexto urbano e bacia hidrográfica em que se insere;
  3. Investigar e identificar as melhores possibilidades de reutilização do efluente desta unidade numa perspetiva de uso racional da água, alinhando o papel destas infraestruturas com os novos paradigmas ambientais;
  4. Desenhar um plano que permita comunicar às populações o papel destas infraestruturas e a sua importância para a qualidade de vida de todos.

Durante este último ano, a equipa multidisciplinar do IPL composta por seis especialistas com experiência reconhecida nos domínios do tratamento de águas residuais, da reutilização de águas residuais, da educação ambiental e da comunicação, acompanhada por profissionais da Águas do Centro Litoral, analisou a eficiência do tratamento e os principais parâmetros indicadores da qualidade, nomeadamente CQO, CBO5, SST, NTotal e PTotal. Esta análise evidenciou o bom funcionamento e eficiência da ETAR. Além desta análise, foi desenvolvida uma campanha de monitorização das águas superficiais da bacia hidrográfica do rio Lis, a montante e jusante da ETAR, entre outubro de 2020 e abril de 2021.

Como conclusões, destaca-se o bom funcionamento da ETAR das Olhalvas, que cumpre a licença de descarga (LURH) atribuída. Contudo, e devido às características do meio recetor, que tem uma baixa capacidade de autodepuração, e no que respeita aos limites de nutrientes, o estudo sugere algumas medidas de otimização para reduzir esses valores, como por exemplo, a instalação de instrumentação de medição e controlo de oxigénio dissolvido em contínuo nos tanques de arejamento ou a introdução de um processo de precipitação química por adição de cloreto férrico após tratamento biológico, para melhor remoção de fósforo ou ainda a introdução de um processo de tratamento terciário.

Estas propostas serão, agora, analisadas, nomeadamente a nível da sua viabilidade técnico-financeira para posterior pedido de aprovação pela Secretaria de Estado do Ambiente e sequente desenvolvimento de projetos e procura de cofinanciamentos.

Outra consideração importante apontada pelo estudo é a relação entre o caudal e cargas poluentes afluentes à ETAR e a pluviosidade mensal, pelo que o seu funcionamento e consequente uniformidade do efluente, beneficiariam de um melhor conhecimento da rede de coletores de águas residuais do sistema de saneamento em “baixa”, do controlo de ligações indevidas de águas pluviais e da verificação do seu estado de conservação. Estando estas redes fora das infraestruturas sob gestão da AdCL é essencial um diálogo com as diferentes entidades gestoras do sistema em “baixa” e atuação conjunta nestes domínios.

O relatório agora divulgado, apresentou ainda um Plano de Comunicação para a ETAR das Olhalvas, inspirado num caso espanhol, propondo que toda a comunicação seja Through the Line, numa dinamização integrada e global, articulando as ferramentas tradicionais (rádio, imprensa, oudoors, etc.) com as ferramentas digitais (homepage, newsletter, redes sociais) e com os eventos e ações promovidas.

A Águas do Centro Litoral, enquanto entidade gestora do ciclo urbano da água, na região Centro Litoral, reconhece a importância do fortalecimento de parcerias de colaboração que permitam acompanhar as mudanças ecológicas e tecnológicas da sociedade e alcançar os seus objetivos de preservação do meio ambiente, em particular do rio Lis, como foi o caso deste protocolo de colaboração com o Politécnico de Leiria e a Câmara Municipal de Leiria.

Fique atento às novidades e notícias, subscreva a nossa newsletter
NEWSLETTER
PROJETOS COFINANCIADOS PELA UE:  
© 2020, Águas do Centro Litoral, S.A. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por MAGO
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram