AdCL constrói nova ETAR em Penacova


ETAR de Travanca do Mondego, em Penacova, tem um investimento de cerca de 800 mil euros, cofinanciado pelo POSEUR, e vai servir 625 habitantes-equivalentes.


undefined undefined



A Águas do Centro Litoral tem em curso a empreitada do Subsistema de Saneamento de Travanca do Mondego - execução do sistema de transporte, conceção e construção da ETAR, em Penacova, que inclui a construção da estação de tratamento de águas residuais (ETAR) de Travanca do Mondego e da estação elevatória de águas residuais (EEAR) de Silveirinho.


Este subsistema, cujo investimento ronda os 800 mil euros, financiado pela União Europeia através do POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, vem servir as populações de parte do lugar de Silveirinho, da freguesia de São Pedro de Alva e as populações dos lugares de Covais, Lagares e Travanca do Mondego, da freguesia de Travanca do mondego, todos pertencentes ao município de Penacova, representando 625 habitantes-equivalentes.



undefined  undefined



Na ETAR o tratamento do efluente é feito numa instalação compacta, pelo processo de lamas ativadas com remoção de azoto e fósforo, em regime de baixa carga e arejamento prolongado, por sistema de fluxo contínuo. A água tratada será rejeitada na linha de água designada por ribeiro do Paço.


A EEAR de Silveirinho é uma infraestrutura de pequena dimensão, constituída por tamisador, poço de bombagem e câmara de manobras, que irá elevar o efluente da população residente de Silveirinho até à ETAR.
Esta infraestrutura é constituída por um tamisador com grade mecânica, onde ficam retidos os resíduos sólidos, com recolha mecânica para contentor. Após a tamisagem o efluente é encaminhado para o poço de bombagem, onde será efetuada a sua elevação por um grupo submersível (2 unidades de bombagem), para um caudal de 6 l/s.


A empreitada foi adjudicada, a 5 de março de 2018, ao consórcio formado pelas empresas Cipriano Pereira de Carvalho & Filhos e OMS – Tratamento de Águas, Lda., estando a fiscalização a cargo da Rioboco, S.A., estando a sua conclusão prevista para este primeiro trimestre de 2019.


undefined


Publicado a: 14 de Fevereiro de 2019