SCRATCH on ROAD - Alunos de Águeda visitam a ETAR de Cacia


undefined

No âmbito do programa Scratch On Road, alunos do 3.º e 4.º ano, da Escola Básica de Assequins, em Águeda, ficaram a conhecer o trabalho realizado, diariamente, na ETAR de Cacia.

Para marcar a cooperação entre todos os intervenientes deste projeto, a AdCL promoveu, esta sexta-feira, dia 25 de janeiro, uma visita de educação ambiental à estação de tratamento de águas residuais provenientes do concelho de Águeda.

Esta iniciativa permitiu às crianças da turma mista, de 3.º e do 4º ano, da Escola Básica de Assequins, em Águeda, conhecer a complexidade das atividades e os processos associados ao tratamento das águas residuais desenvolvidos pela AdCL.

Através do lema “Na ETAR, como na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma...” explicou-se o que é uma ETAR, como se trata o esgoto e qual o seu destino, como se podem reutilizar as lamas resultantes do tratamento, assim como os diversos fins que podem ser dados à água residual tratada antes de ser devolvida à natureza em condições ambientalmente seguras.

Esta visita permitiu, ainda, mostrar todos os resíduos que, diariamente, ainda são depositados, indevidamente, na sanita, tais como toalhetes, cotonetes, cabelos, pensos, preservativos, plásticos, e outros objetos, que se amontoam e entopem as redes de esgoto criando “entupimentos” e que só a muito custo se removem, causando ineficiências no tratamento de águas residuais. 

Urge a necessidade de alterar os comportamentos. Deste modo, a AdCL sensibilizou e informou as gerações futuras para as consequências de certas atitudes que afetam o ambiente, sublinhando para a importância da contribuição de cada cidadão no cumprimento dos seus deveres de cidadania, percebendo a responsabilidade que têm em cuidar do planeta, apoiando um desenvolvimento mais justo e sustentável.

Para além da visita, a empresa dinamizou uma ação de sensibilização, em sala de aula, dando a conhecer projeto de sensibilização ambiental “O Cano é que Paga”. Este projeto que teve início em 2013, em Leiria, surgiu com o objetivo de esclarecer a população sobre as consequências da colocação de resíduos sólidos no esgoto, uma problemática de difícil assimilação visto que as consequências desta prática não são visíveis para a maior parte da população.

Com base nos conhecimentos adquiridos, quer na ação de sensibilização bem como na visita à ETAR, os alunos da turma apadrinhada pela AdCL, vão desenvolver diversos projetos de sensibilização ambiental, alertando e sensibilizando a população para os prejuízos e quebras de serviço causados pelos entupimentos e obstruções nos emissários. 

undefined

Relembrar que o Programa de Educação Ambiental Scratch on Road resulta de uma parceria entre a Águas do Centro Litoral com o CASPAE, que pretende levar a atividade de iniciação à programação às escolas que, pelas suas dimensões, afastamento dos centros tecnológicos ou falta de recursos humanos, não poderiam ter incluída esta atividade nos seus programas educativos.

A projeção do programa Scratch on Road à região de Águeda é fruto da parceria da AdCL com a Câmara Municipal de Águeda que, desde a primeira hora, apoiou e acompanhou a implementação deste projeto na Escola Escola Básica de Assequins, junto da comunidade educativa do seu Município. Realçando a importância da sensibilização da sociedade, em especial as gerações futuras, para a necessidade de alterar os comportamentos, através de uma maior consciência cívica de responsabilidade ambiental, o município disponibilizou o transporte escolar para que os seus jovens pudessem  visitar a ETAR de Cacia e tomar consciência da responsabilidade que têm em cuidar do planeta, apoiando um desenvolvimento mais justo e sustentável.

No que respeita ao saneamento, a AdCL assegura o correto tratamento de águas residuais de 30 municípios, através das suas 67 estações de tratamento de águas residuais (ETAR), 160 estações elevatórias e 865 km de sistema intercetor. 

Este serviço público essencial e de grande relevância para a qualidade de vida das pessoas é prestado de forma contínua e com qualidade. Sendo um trabalho quase invisível é importante que a população conheça esta realidade… porque, o melhor do nosso trabalho não se vê, sente-se!



Publicado a: 25 de Janeiro de 2019